Compartilhar

Saulo Ferreira de Sá, nascido em 25 de março de 1924, dedicou parte da sua vida ao Hospital Dr. Cândido Junqueira. Ele, que era escrevente microscopista, realizava todos os exames dos pacientes da instituição de Saúde.

Sr. Saulo, como era conhecido em Cruzília, tinha um consultório particular, onde atualmente funciona o laboratório Daves, trabalhava no Posto de Saúde da cidade, inaugurado em 13 de setembro de 1950 e ajudava as irmãs no Hospital, onde tinha uma sala. 

Wellia Ferreira Magalhães de Sá, esposa do Sr. Saulo, comenta que ele atendia no Hospital continuamente. “Precisavam as irmãs o chamavam. Podiam ligar qualquer hora da noite, se tivesse atendimento ele ia para o Hospital”, afirma. Ainda de acordo com ela, todos os exames realizados por ele pela instituição de saúde eram gratuitos.

Sr. Saulo também ajudava as irmãs na organização da tradicional Festa de São Camilo, que acontece anualmente no mês de julho. Ele ajudava a fazer a programação do evento. “A irmã Cecília não fazia nada sem ele principalmente para organizar a Festa de São Camilo”, diz Wellia, que relata também que toda a família participava do evento, os filhos recitando poemas e ela ajudando no auditório e a vender ingressos. 

Wellia relata que ele sempre comentava do amor que sentia pelo Hospital e pelas freiras e da amizade que tinha com todas elas. “Ele cuidava das coisas do Hospital como se fosse dele”, diz.

Sr. Saulo faleceu em 19 de fevereiro de 1991, vítima de câncer. Em homenagem a ele e ao trabalho que prestou no Hospital, o banco de sangue da instituição de saúde tem o seu nome.