Compartilhar

José Manoel Nunes Maciel, conhecido pelos cruzilienses como Dr. Nunes, formou-se em medicina no Rio de Janeiro, juntamente com o irmão José Maria Nunes Maciel, o Dr. José. Após se formar em medicina na Escola Nacional do Rio de Janeiro, em dezembro de 1928, a pedido do pai, Cornélio Pereira Maciel voltou para Cruzília, que na época se chamada Encruzilhada para exercer a profissão.

Para Cornélio, o Rio de Janeiro, que tinha uma medicina avançada para a época não precisa de médicos, mas a Encruzilhada sim, por isso pediu para os filhos retornarem a terra natal. Dr. Nunes começou a atuar como médico na época em que o município não possuía hospital, que foi fundado em 1955.

Ele, que atendia como clínico geral e pediatra foi um dos primeiros médicos do Hospital Dr. Cândido Junqueira. De acordo com Hilda Ferreira Maciel, filha do Dr. Nunes, ele se dedicou a vida inteira as crianças. “O tio José falava que o meu pai era muito bom no diagnostico, ele olhava o paciente e já dizia o que ele tinha”, afirma Hilda.

Ainda de acordo com ela, Dr. Nunes muitas vezes não cobrava pelos atendimentos que fazia. “Ele atendia o pessoal aqui em casa, onde era o seu consultório, 99% não pagavam. As pessoas diziam: Dr. Nunes, quanto que é? Ele dizia: Não é nada não. Começo a chorar quando começo a falar. Dalí uns dias o paciente trazia um franguinho para ele, uma dúzia de ovos uma abobora.”, diz a filha emocionada.

Além de atender no hospital, em 1957, começou a trabalhar como médico sanitarista no Posto de Saúde da cidade. Ele trabalhava junto com o Dr. José Orígenes Penha, que para ele era como um irmão.

Além de médico, Dr. Nunes também deixou seu legado na política, ele exerceu o cargo de vice-prefeito de Baependi, no mandado de Geraldo Pereira Leite. Ele também foi inspetor escolar e sócio fundador do Rotary de Cruzília.

Dr. Nunes casou-se duas vezes, primeiro com Leila Ferreira Maciel, com quem teve cinco filhos, Eunice, Heloisa, Ernani, Hilda e Sérgio, e depois com Cecília de Souza Maciel. Ele faleceu em 01 de dezembro de 1991, deixando seu exemplo como profissional e pai de família.