Compartilhar

O desejo de trazer as irmãs de São Camilo para tomar conta do Hospital de Cruzília, surgiu quando a cruziliense Adalgiza Mori Ferreira, fez uma operação na cidade de Varginha (MG), na tentativa de solucionar um câncer no seio.

Durante o tempo que ficou internada no hospital da cidade, conheceu uma senhora que lhe deu uma revista. Nas páginas do exemplar, Adalgiza tomou conhecimento da existência e do trabalho realizado pelas Irmãs de São Camilo na área da saúde.

Quando ela retornou a Cruzília, procurou o vigário da cidade, que na época era o padre José Geraldo Arantes e pediu a ele autorização para trazer as irmãs filhas de São Camilo para conhecer o hospital da cidade, que era muito pequeno e que ficava fechado por falta de mão de obra e altos custos. Arantes autorizou e logo as irmãs vieram a Cruzília.

Não demorou, o sonho se tornou realidade. O terreno onde se encontrava o pequeno hospital da cidade foi doado às irmãs de São Camilo por Adeodato dos Reis Meirelles, com a condição de que o novo hospital recebesse o nome do advogado, Cândido Junqueira.

O local passou por reforma e em 13 de setembro de 1950, o prédio primitivo do hospital foi inaugurado, porém a instituição começou a funcionar em 14 de agosto de 1955 e no dia 15 de agosto de 1955 a instituição de saúde recebeu seu primeiro paciente. Somente em 1957, as irmãs receberam das mãos de Adeodato dos Reis Meirelles a escritura do terreno.

A população de Cruzília ajudou direta e indiretamente o hospital. Todo enxoval da instituição, material de cozinha e móveis foram doados pelas pessoas da cidade.

O Hospital Dr. Cândido Junqueira começou a funcionar com a supervisão da irmã Cecília Uliana e com o trabalho dos médicos, José Maria Nunes Maciel (Ginecologista), José Manoel Nunes Maciel (Pediatra e Clínico Geral) e José Orígenes Penha (Pediatra e Anestesista) que sempre deram apoio e atenção a todos.

Em 1957, foi nomeada para fins civis a primeira diretoria da instituição, que foi composta: Padre Geraldo José Arantes, provedor; Sebastião Samuel Ribeiro, secretário; José Maria dos Reis Meirelles, tesoureiro; Adeodato dos Reis Meirelles, conselheiro; Edmundo Azevedo Junqueira, conselheiro; Pedro Ferreira de Souza, conselheiro e José Origines Penha, diretor Clínico.

Nesta mesma época foi criado pela diretoria, o primeiro estatuto do Hospital, que foi devidamente registrado no cartório do 1º Ofício da Câmara de Baipendi, na página 208.

A principio a instituição de saúde era pequena, tinha apenas 5 quartos e capacidade para atender aproximadamente 5 pacientes.

Em 15 de agosto de 2015, o Hospital Dr. Cândido Junqueira, comemorou seis décadas de existência. Hoje a instituição continua sendo referência na região e conhecida pelo bom atendimento dos profissionais, pela limpeza e organização, que são empencáveis e pelo amor e carinho que as Irmãs Filhas de São Camilo oferecem aos pacientes.

Superioras Eleitas na Comunidade de Cruzilia desde sua fundação em 14 de agosto de 1955
Superiora é a irmã que é responsável pela diretoria administrativa do Hospital

1ª Ir. Cecília Uliana - 30/07/1955
2ª Ir. Cecília Uliana - 28/04/1956
3ª Ir. Cecília Uliana - 25/05/1959
4ª Ir. Josefina Croce - 18/04/1962
5ª Ir. Luiza Covre - 07/11/1963
6ª Ir. Luiza Covre - 07/06/1968
7ª Ir. Stela Fulan - 09/06/1985
8ª Ir. Judith Benedetti - 04/08/1988
9ª Ir. Margarida Trombetta - 14/07/1991
10ª Ir. Amélia Herold - 25/07/1995
11ª Ir. Amélia Herold - 17/05/1998
12ª Ir. Amélia Herold - 26/08/2002
13ª Ir. Maria do Alívio Pinto Gondim - 24/06/2005
14ª Ir. Carmem Lúcia Fantinel - 25/03/2006 (Superiora AD TEMPUS, ou seja, fora de tempo)
15ª Ir. Stela Fulan - 07/08/2008
16ª Ir. Eliane Degasperi - 11/06/2011 a 31/07/2017

17º Ir.Elma Leowenstein - 01/08/2017(Superiora atual)