Compartilhar

Exercícios físicos podem ser realizados durante a gravidez, porém a prática deve ser feita sob orientação médica, já que o tipo e a intensidade poderão variar de acordo com a condição da gestante.

Para algumas condições clínicas, como gestantes com cardiopatias, episódio de sangramento vaginal, hipertensão arterial não controlada, complicações em gestações anteriores, história prévia de parto prematuro, entre outras, a atividade física é contraindicada, pois pode aumentar os riscos para a gestante e o bebê.

Em geral, as atividades como caminhada, hidroginástica, pilates, musculação e ioga quando feitas em baixa intensidade, podem ser consideradas durante a gestação.

Já práticas que envolvam risco de queda, como ciclismo, escalada, cavalgada e quaisquer outras que possam oferecer risco à gestação devem ser evitadas.

A prática regular de atividade física durante a gestação ajuda no controle do ganho de peso, melhora a função cardiovascular, além de ajudar no controle de dores posturais e no trabalho de parto. Mas lembre-se: o seu obstetra deverá fazer indicação de qual exercício é melhor para você, garantindo a sua segurança e a do bebê.