Compartilhar

Uma alimentação saudável é fundamental para controlar o alto colesterol (LDL). Para isso, é preciso seguir uma dieta à base de verduras, frutas, carnes brancas, fibras, azeite de oliva e hortaliças. Alguns alimentos, como abacate, peixes e laranja, colaboram na redução do alto colesterol (LDL) e contribuem para o aumento do bom colesterol (HDL).

O ideal é controlar o consumo de alimentos gordurosos, como carnes vermelhas, leite integral, queijos amarelos e frituras. É importante prestar atenção na maneira como os alimentos são preparados, dando preferência para alimentos cozidos e assados. Sempre que possível evitar o consumo de produtos processados, alimentos com um alto teor de gordura, açúcar e sódio.

As frutas auxiliam no combate do alto colesterol (LDL). Goiaba, kiwi, morango, laranja contêm vitamina C e são aliadas da saúde do coração, pois evitam a formação de placas de gordura. O abacate, por exemplo, beneficia combate do alto colesterol (LDL). Ele é rico em gordura monoinsaturada e auxilia o aumento do bom colesterol (HDL). As frutas fontes de vitamina C têm substâncias antioxidantes, que auxiliam na diminuição dos níveis de LDL (colesterol ruim), pois limitam a absorção do colesterol no intestino.

As gorduras insaturadas, encontradas em peixes, colaboram na redução dos níveis de triglicerídeos. Os peixes são fontes de ácido graxo e ômega 3, tipo de gordura boa e insaturada. Ajuda no controle e redução dos níveis de colesterol total do sangue. Além de reduzir a formação de coágulos e colaborar com a prevenção das doenças cardiovasculares.

Os alimentos ricos em fibras insolúveis, como aveia, granola e linhaça melhoram a circulação e inibem a absorção de gordura. A aveia contém uma fibra solúvel, que retarda o esvaziamento gástrico e promove a sensação maior de saciedade no organismo. Além de atuar no controle da glicemia. A linhaça é um dos alimentos mais ricos em ômega 3.

As nozes e castanhas também possuem grande quantidade de antioxidantes, responsáveis por combater o envelhecimento celular e prevenir doenças coronárias. A arginina, presente em boas quantidades nestas sementes, atua como importante vasodilatador, contribuindo para a redução do risco de desenvolvimento de doenças coronarianas.

Além de alimentação, a prática regular de atividade física traz benefícios para todos os indivíduos, independente da situação de saúde e patologias associadas. A atividade física auxilia na manutenção dos níveis de colesterol. Isso sem contar com a manutenção do peso saudável.