Compartilhar

Sífilis é uma doença contagiosa que pode trazer diversas complicações e até levar a morte se não tratada a tempo.

Ela se manifesta em três estágios: Nos dois primeiros, os sintomas são mais notórios e o risco de transmissão é maior. Durante um período a doença fica praticamente assintomática, mas retorna com agressividade acompanhada de complicações graves, causando cegueira, paralisia, doença cardíaca, transtornos mentais e até a morte.

Em gestantes a doença pode causar a má-formação do feto e aborto espontâneo.

Sintomas

Primária: Feridas nos órgãos genitais que desaparecem espontaneamente sem deixar cicatrizes, gânglios aumentados e ínguas na região das virilhas.

Secundária: Manchas vermelhas na pele, na mucosa da boca, nas palmas das mãos e plantas dos pés, febre, dor de cabeça, mal-estar, falta de apetite, linfonodos espalhados pelo corpo, manifestações que também podem desaparecer sem tratamento.

Terciária: Comprometimento do sistema nervoso central, do sistema cardiovascular, lesões na pele e nos ossos.

Transmissão e prevenção

A Sífilis é uma doença sexualmente transmissível e pode também ser passada através do contato de sangue (transfusões e de mãe para filho durante o parto) Então previna-se:

Use camisinha em todas as relações sexuais.

Fique atento: a doença pode ser transmitida também nas relações anais e orais!

Antes de engravidar faça exame para verificar se é portadora.

Tratamento

O tratamento realizado com antibióticos, e é ideal fazer o acompanhamento com exames clínicos e laboratoriais para avaliar a evolução da doença e deve ser estendido aos parceiros sexuais.