Compartilhar

Mais comum entre as mulheres, as varizes afetam quase 40% da população brasileira. Elas são caracterizadas pela dilatação, tortuosidade e alongamento de vasos sanguíneos venosos, prejudicando o retorno do sangue das extremidades do corpo para o coração, devido à perda da elasticidade e dilatação.

O principal fator que determina o surgimento das varizes é a hereditariedade, mas a incidência do problema varia de pessoa para pessoa. O que podemos dizer é que normalmente as varizes costumam a aparecer após a puberdade, quando os homens crescem em estatura e as mulheres recebem uma carga maior de hormônio.

Também são comuns na gravidez, em virtude do aumento do útero, o que dificulta o retorno do sangue venoso. Além disso, durante a menstruação os sintomas tendem a piorar.

Os primeiros sinais são dor, sensação de peso, queimação, cansaço, inchaço ao redor do tornozelo e cãibras.Mais comum entre as mulheres, as varizes afetam quase 40% da população brasileira. Elas são caracterizadas pela dilatação, tortuosidade e alongamento de vasos sanguíneos venosos, prejudicando o retorno do sangue das extremidades do corpo para o coração, devido à perda da elasticidade e dilatação.

Para que as varizes não surjam, diversos fatores preventivos devem ser levados em consideração, em qualquer faixa etária:

– Ter uma alimentação saudável e balanceada para controle do excesso de peso;

– Evitar ficar na mesma posição por períodos longos e procurar andar, a cada uma ou duas horas, para movimentar os músculos da panturrilha;

– Realizar exercícios com os pés (como se estivesse apertando e soltando um pedal) para auxiliar na drenagem venosa;

– Fazer exercícios aeróbicos, como natação, caminhada, corrida e bicicleta tem ação preventiva, pois melhoram a função da panturrilha;

– Não utilizar roupas excessivamente apertadas como calças jeans, cintos, meias ou botas que pressionem as panturrilhas;

– Manter as pernas elevadas por um período de 20 a 30 minutos diariamente;

– Evitar o tabagismo, pois o cigarro é extremamente prejudicial e, associado com outros hábitos, pode ocasionar as varizes.

Para as mulheres, é recomendado evitar o uso de salto alto por um período prolongado. Por outro lado, o pé reto também provoca um esforço maior para bombear o retorno venoso. O ideal, portanto, é a utilização de um salto baixo, de dois centímetros, para que os músculos da panturrilha fiquem em posição confortável.