Compartilhar

A osteoporose é definida como a perda da massa óssea que ocorre durante o envelhecimento, sendo comum em homem e mulheres. No entanto, a incidência é maior em mulheres no período da menopausa, devido à diminuição da produção de estrogênio. Nos homens, o problema ocorre devido a outras doenças, como falta de exercícios, diabetes, hipertireoidismo, doença do glúten, baixa ingestão de alimentos ricos em cálcio e uso de medicamentos contra epilepsia, por exemplo.

Algumas medidas devem ser tomadas desde a infância, em especial na adolescência, para garantir uma boa formação óssea. Entre os cuidados, destacam-se a prática diária de atividade física, dieta rica em cálcio e tomar sol para fixar a vitamina D. Essas medidas devem ser seguidas por toda a vida.

Após os 40 anos devemos dar uma atenção à osteoporose e sua prevenção. Os cuidados devem ser redobrados entre as mulheres, pois é nesta época que ocorre a menopausa e que deve ser feito controle com densitometria óssea anualmente.

Ele ainda acrescenta que, com o avançar da idade, outros cuidados devem ser tomados para evitar quedas, que são causadoras de fraturas. “As fraturas mais frequentes são no fêmur proximal, radio distal, coluna, arcos costais e úmero proximal”, diz o médico. A osteoporose torna-se um fator de risco devido a possibilidade de fraturas que podem causar complicações com embolia, trombose e pneumonia, podendo até levar a morte.

Como a osteoporose pode ter diferentes causas, é indispensável determinar o que a provocou antes de propor o tratamento. Porém, a prevenção é sempre uma boa medida. Veja alguns cuidados básicos que devem ser seguidos:

– Prática de atividades físicas: como caminhadas e natação;

– Exercícios para fortalecimento muscular para prevenir quedas;

– Incluir na dieta derivados do leite, que são ricos em cálcio e

Fazer banhos de sol para fixar a vitamina D.