Em um hospital, o Pronto Socorro (PS), tem como objetivo atender pacientes que estejam em estado de urgência ou emergência, que são indivíduos que correm risco de vida, como acidentados, pessoas com suspeita de derrames, infarto, apendicites, fraturas, pneumonias entre outras complicações.

Esta informação tem como finalidade orientar a população, já que as maiorias dos casos atendidos no PS não são de urgência ou emergência. Aqui no Hospital Dr. Cândido Junqueira estes casos correspondem a 71%.

Os casos que não classificam como urgência ou emergência podem ser atendidos com hora marcada, em postos de saúde ou consultórios médicos. Estes também são os responsáveis pelo aumento no tempo de espera causado aos que necessitam de atendimento com urgência, visto que os casos de maior gravidade demandam mais tempo da equipe de atendimento.

Outro fator que dificulta o trabalho prestado pela equipe do PS é o grande número de acompanhantes, o que causa uma sensação de superlotação e aumenta o risco de contaminação.

O PS não é o local correto para pedidos de exames, trocas de receita, atestado de saúde e outros atendimentos que não sejam de urgência. O uso consciente por parte dos usuários colabora para o melhor funcionamento do PS, diminuindo o tempo de espera e melhorando o fluxo do atendimento médico-hospitalar.

Faça sua parte: use corretamente o PS.